Artigos Introdutório

10 Métricas financeiras indispensáveis para uma gestão eficiente

28 de junho de 2017 / Por

Banner Artigo - 10 Métricas

Também conhecidas como indicadores de desempenho financeiro, são essenciais para o gestor ter as finanças sob controle. Na medida em que as métricas são acompanhadas sistematicamente, é possível identificar aquelas que estão atingindo as metas e aquelas que não estão. A partir disso o gestor pode implementar eventuais melhorias e correções com muito mais segurança, bem como promover os investimentos necessários para fazer o seu negócio crescer. Selecionamos 10 métricas básicas que não podem sair do radar da boa gestão:

 

1. Receita bruta
É o faturamento corresponde ao somatório dos ganhos que foram obtidos em dado período.

 

2. Receita líquida
É o faturamento corresponde ao somatório dos ganhos que foram obtidos em dado período, deduzindo-se os impostos.

 

3. Custo fixo
Despesas que não variam, mesmo com as alterações do faturamento, para mais ou para menos.

 

4. Custo variável
Despesas que variam de um mês para outro, podendo não ocorrer em determinados meses.

 

5. Lucro bruto
Receita bruta, subtraindo o custo fixo e o custo variável.

 

6. Lucro líquido
Receita líquida, subtraindo o custo fixo e o custo variável.

 

7. Lucratividade
Percentual obtido da divisão entre o lucro líquido e a receita bruta.

 

8. Inadimplência
Valor que corresponde ao não pagamento de um faturamento dentro da data de vencimento.

 

9. Grau de endividamento
Percentual obtido da divisão do passivo (contas a pagar, empréstimos, impostos, salários) pelo ativo (contas a receber, saldo em caixa, bancos, estoque).

 

10. Ticket médio
Divisão do faturamento bruto pelo volume de vendas, realizadas no período.

 

Esperamos que você goste das dicas e qualquer dúvida, crítica ou sugestão utilize o campo de comentários abaixo!