análise de cenários para indústrias

Análise de cenários para indústrias: como utilizar a SWOT no processo

A sociedade e o mercado estão em constante transformação desde o surgimento das primeiras cidades. Ficar atento a essas transformações é uma forma de estar sempre à frente, buscando formas de lidar com os desafios e aproveitando as oportunidades. E claro que isso não é diferente para as indústrias, que tem na análise de cenários a oportunidade de identificar essas mudanças. 

Afinal, tudo o que acontece no mundo pode gerar um impacto nas empresas. Desde mudanças no comportamento do consumidor, até desastres naturais que podem ocasionar problemas no fornecimento de matéria-prima, tudo impacta os negócios. 

Dessa forma, fazer análise de cenários de forma periódica e com ferramentas de apoio é essencial para indústrias que querem manter sua competitividade no mercado. Pensando nisso, neste artigo vamos mostrar como a Matriz SWOT pode ser utilizada para a realização de uma análise de cenários para indústrias. 

Ao longo do conteúdo você irá ler sobre: 

  • a importância da análise de cenários para indústrias;
  • o que é a Matriz SWOT; 
  • como utilizá-la para analisar cenários; 
  • como aplicar a análise de cenários no planejamento estratégico. 

Continue a leitura para aprender mais sobre o assunto!

A importância da análise de cenários

Antes de mais nada, podemos definir a análise de cenários como um estudo do ambiente onde uma indústria está inserido. Nela, são analisadas todos os fatores e variáveis que podem impactar na operação da empresa, acarretando tanto em melhorias como em problemas. 

Porém, vale ressaltar que esta análise pode ser feita de diversos pontos de vista, sendo o ambiente interno e o externo os mais comuns. No primeiro, avaliamos o cenário atual interno da indústria, já no segundo, os impactos que fatores externos podem gerar na operação. 

Equipe de planejamento trabalhando na Matriz SWOT

Independente do ambiente, a análise de cenários ajuda as empresas a se anteciparem às mudanças. Em um mundo em constante transformação, frequentes crises financeiras e revoluções tecnológicas, antever qualquer impacto – positivo ou negativo – traz muitos benefícios.  

Além disso, o hábito da análise de cenários pode ajudar as indústrias a serem mais competitivas, aproveitando principalmente as oportunidades no mercado para se destacar entre os concorrentes. 

Agora que você já entende o que é uma análise de cenários e sua importância, vamos conhecer como a Matriz SWOT pode ajudar nesse desafio? Confira abaixo!

Análise de cenários com SWOT: como fazer?

A Matriz SWOT é uma ferramenta muito conhecida no meio empresarial. Pensada para ajudar a analisar cenários, ela é fundamental nesse processo. Logo abaixo, vamos entender seu conceito, como ela funciona e como aplicar os resultados no planejamento estratégico. 

Porém, antes de tudo, um aviso: diante das possibilidades da análise de cenários, é comum encontrarmos milhões de oportunidades para uma empresa. Mas lembre-se sempre da filosofia do seu negócio, sua missão, visão e valores. Invista em objetivos que se alinhem com o objetivo principal da sua indústria e tenha resultados ainda mais incríveis! 

O que é a Matriz SWOT

Em primeiro lugar é importante entendermos o que é esta ferramenta tão rica para a análise de cenários. Vamos começar então pelo seu nome, que é uma sigla para as palavras Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats. Que em tradução livre significa: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Aqui no Brasil, ela foi reorganizada para ganhar o apelido de Matriz FOFA. 

Dividida em um quadrante, a SWOT analisa o cenário sob dois aspectos, sendo eles: 

  • ambiente interno: composto por suas forças e fraquezas; 
  • ambiente externo: composto pelas ameaças e oportunidades do mercado. 
modelo de matriz swot

Independente da forma como você quiser chegar, a SWOT é uma ferramenta que ajuda empresas a analisar seu cenário atual, identificando suas forças para combater as ameaças, lidar com as fraquezas e aproveitar as oportunidades identificadas. 

Ao cruzar informações, ela traz uma visão macro do cenário da sua indústria, permitindo uma tomada de decisões mais estratégicas acerca do futuro do negócio. Agora vamos entender como ela funciona na prática! 

Como funciona a Matriz SWOT

Como falamos antes, a SWOT é conhecida por seu quadrante que analisa os quatro aspectos, divididos em dois cenários. Vamos conhecer cada um deles, começando pelo ambiente interno e seguindo para o ambiente externo. 

Forças 

Aqui você deve analisar quais os fatores de destaque da sua indústria, tudo aquilo que é bem feito dentro, que tornam sua empresa referência na área de atuação. Se possível, baseie essas informações em dados reais, não em achismos. Utilize relatórios antigos, dados de sistemas que você já utiliza, pesquisas com clientes, entre outras fontes de informação confiável e imparcial. Para facilitar o processo, responda: 

“O que a sua organização faz melhor do que a concorrência?”

Só para exemplificar, talvez sua indústria seja conhecida pelos excelentes indicadores de produtividade no setor de produção, tenha uma cultura corporativa incrível, processos internos inovadores. Aqui, vale tudo! Analise aspectos tecnológicos, logísticos, contratuais, infra-estrutura, enfim, tudo que fizer parte do ambiente interno da sua indústria. 

Fraquezas 

Em seguida, vem a parte mais dolorosa! Mas pense pelo lado positivo, elas também são grandes oportunidades de melhorias. Aqui, liste tudo aquilo que você sabe que não é feito com tanta excelência. Não importando os motivos, o que vale é identificar pontos de melhorias que podem ir de fraquezas a forças. Para facilitar, responda: 

“O que seus concorrentes fazem melhor do que você?”

Nesse sentido, questões como falta de investimento, localização, processos internos, falta de liderança, problema de comunicação interna e externa, pode ser exemplos de fraquezas internas que afetam seu desempenho. Não tenha medo de listar tudo o que você ache relevante. Lembre-se que quanto mais questões identificadas, maiores as oportunidades de melhorias. 

Ameaças 

Aqui começamos a entrar no ambiente externo, analisando os fatores fora do controle da indústria que afetam seu desempenho. Começando pelas ameaças, elas são tudo aquilo que pode afetar o crescimento da sua empresa como um todo. Para ajudar, responda: 

“Que tipo de ocorrência pode desestabilizar a organização?”

Por exemplo, questões como novas leis, aumento de tributos, desastres naturais, crises econômicas, falta de matéria-prima, tudo isso são fatores fora do controle da indústria e que podem impactar negativamente sua operação. 

De fato, não é possível prever o exato momento em que tais questões podem acontecer. Mas é possível traçar planos de ações e estratégias de gestão para quando eles acontecerem. Dessa forma, sua empresa não será pega de surpresa, não haverá pânico e todos saberão o que deve ser feito para lidar com essa situação. 

Só pra exemplificar, imagine que uma crise econômica desacelerou as vendas de uma empresa do setor têxtil. Com uma análise de cenários bem feita, essa empresa saberá de forma antecipada por quanto tempo pode lidar com a baixa das vendas, qual porcentagem de redução a produção deve sofrer, entre outros aspectos. 

Sabe quando tomamos uma decisão de cabeça quente e quase sempre não era o melhor a ser feito? Bom, a definição das ameaças ajuda sua empresa e evitar essa situação, agindo de forma consciente e tranquila. 

Oportunidades

Por fim, as oportunidades! Chegou a hora de olhar para o mercado de forma estratégica, pensando em possíveis aspectos que podem ser aproveitados pela sua indústria para garantir competitividade e diferenciação no mercado. Aqui, responda: 

“O que o mercado pode oferecer ao meu favor?”

Ou seja, qualquer mudança ou transformação pode e deve ser vista como uma oportunidade de mercado. Avanços tecnológicos, mudanças no comportamento do consumidor, novos canais de vendas e comunicação, tendências de consumo, enfim, a lista pode ser imensa, só depende de você. 

Mas claro, lembre-se sempre da missão da sua empresa, o motivo pela qual ela está no mercado e o que quer oferecer aos seus clientes. Não é porque todos as empresas estão apostando em tal coisa, que mesmo ela não fazendo sentido para sua empresa, você vai investir também. 

Aqui, é preciso ter cautela e investir em oportunidades que serão acessíveis para sua empresa, alinhadas com seu propósito e vão de fato oferecer um crescimento e uma diferenciação no mercado. Pense nisso! 

Como aplicar a SWOT no planejamento estratégico

Logo após a análise de cenários interno e externo com a SWOT, os insights encontrados podem ser aplicados no planejamento estratégico. Como ela funciona como um guia de como a indústria está no momento, suas forças, fraquezas, ameaças e oportunidades podem ser o guia do planejamento. 

Visto que cada aspecto traz diversas oportunidades de melhorias ou oportunidades, cada uma delas pode ser transformada em objetivos estratégico para seu negócio. A partir daí, elas podem ser desdobradas em projetos e processos que darão vida ao plano de ações da sua indústria. 

E como falamos antes, é importante que a SWOT seja feita levando sempre em consideração a filosofia da sua empresa. Dessa forma, unindo SWOT e planejamento estratégico, sua indústria terá um plano de ações alinhado às necessidades do cenários e do mercado atual, e também com a sua missão. 

Usando a tecnologia a favor da análise de cenários 

Olhando de longe, a SWOT é uma ferramenta acessível e prática para a realização da análise de cenários. Por outro lado, ela pode oferecer uma grande quantidade de informação ricas a respeito do seu negócio. Que como vimos, pode e deve ser aproveitada no planejamento estratégico. 

Nesse sentido, você pode estar se perguntando: o que fazer com tantas informações? Bom, hoje você já pode contar com a ajuda da tecnologia a favor da sua indústria. Com as constantes revoluções da transformação digital, a automação de processos se tornou uma realidade. 

Homem pesquisando os benefícios do Scopi

Hoje, softwares como o Scopi podem ajudar sua indústria a fazer a análise de cenários de forma intuitiva e o melhor: com segurança de dados! O Scopi é um software de planejamento estratégico que ajuda a criar, executar e acompanhar o plano de ações da sua indústria. 

Dentre as suas funcionalidades, está a Matriz SWOT totalmente digital. Lá, você pode preencher as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades do seu negócio e disponibilizá-la para todos os colaboradores envolvidos no processo

Além disso, pode criar indicadores, projetos e processos relacionados com os objetivos identificados pela SWOT e acompanhar sua evolução dentro do software. Muito mais fácil, não é mesmo? Para conhecer mais, acesse aqui

Seja como for, a análise de cenários é uma ferramenta que traz competitividade para as indústria. Imagine identificar possíveis tendências de consumo antes de sua concorrência. Ou ainda, ter um plano de emergência casa uma crise aconteça e sua empresa consiga passar por ela de forma tranquila e sem grandes prejuízos. 

Tudo isso só é possível quando indústrias investem e tornam a análise de cenários parte da rotina estratégica da empresa. E claro, utilizam as informações encontradas com sabedoria, aplicando em um plano de ações efetivo. 

E você, saberia dizer qual o cenário da sua indústria hoje? Se não, é melhor correr e começar a analisar!