Tendências para indústrias

5 tendências para indústrias para incluir no seu planejamento

Se o planejamento estratégico para indústrias é uma forma de traçar o melhor caminho para o futuro, nada mais certo do que estar atento às tendências do setor para incluí-las no planejamento. 

Afinal, o mundo e a sociedade estão em constante transformação e essas mudanças precisam ser acompanhadas de perto pelas empresas que querem se manter vivas no mercado. 

E por falar em mudanças, a transformação digital com certeza é que traz mais tendências para indústrias que devem ser incluídas desde já no planejamento estratégico. Por isso, vamos listar neste artigo 5 delas para você ficar de olho e pensar na melhor forma de implantá-las na sua empresa. 

Continue a leitura para saber mais! 

Tendências para indústrias para incluir no planejamento

De fato, estar sempre atento às inovações do setor é uma forma de estar a frente dos concorrentes e aberto às oportunidades. Ao antecipar uma tendência, as indústrias não estão apenas investindo em algo que “está na moda”, mas sim trazendo para dentro de sua operação novas formas de trabalhar e produzir, que podem ser muito benéficas para o negócio. 

Para inspirar você, confira agora cinco tendências para as indústrias! 

1. Machine Learning 

Certamente você já ouviu falar desse termo em algum momento nos últimos anos. Em tradução literal do inglês, machine learning nada mais é do que a “aprendizagem de máquina”, uma técnica que mostra que as máquinas são capazes de aprender a partir de dados. 

Ou seja, é um método que automatiza a análise de dados, sendo capaz de identificar padrões comportamentais que servirão como insights sobre a sua operação. Através dessas informações, é possível encontrar oportunidades ou identificar pontos de melhorias de forma assertiva, baseada em dados precisos sobre a sua indústria. 

Machine learning

Além disso, o machine learning também permite que todos os dados gerados pela sua empresa, seja por softwares utilizados, pesquisas, relatórios ou históricos, sejam aproveitados da melhor forma possível. 

Consegue imaginar a quantidade de informações que essa técnica pode trazer sobre sua operação? São infinitas possibilidades!

2. Internet das Coisas 

Popularmente conhecido pela sigla IoT, o conceito de Internet das Coisas trata dos objetos diretamente conectados à internet, mas vai além dos velhos conhecidos nossos, como smartphones, tablets ou computadores, para conectar-se com objetos como eletrodomésticos, sistemas de segurança ou iluminação, por exemplo. 

Ou seja, ele é uma expansão da conectividade que nós já utilizamos, que visa aliar os benefícios da internet a qualquer tipo de objeto. Dessa forma, através de sistemas automatizados, pode ser combinado com técnicas como machine learning e inteligência artificial, oferecendo uma infinidade de dados, análises e possibilidades de interação com seus usuários.

No caso das indústrias, o IoT pode tanto auxiliar em processos internos da empresa, como oferecer uma nova possibilidade de inovação para os produtos oferecidos ao mercado. Se sua indústria produz eletrodomésticos, por exemplo, pode começar a pensar em formas de conectar seus produtos à internet. 

3. Automação de Processos

Dentre as tendências para indústrias, a automação de processos é a que mais faz parte da realidade das empresas atualmente. Ela acontece através do uso de softwares, máquinas ou instrumentos para realizar tarefas que antes eram feitas de forma manual, trazendo mais segurança à operação. 

Além disso, a automação de processos contribui para o aumento da produtividade das indústrias, tornando os atividades mais simples e com uma maior redução dos erros humanos. Sua implantação pode ser feita através de métodos simples ou muito complexos, variando de acordo com as atividades da empresa. 

Por exemplo, o Scopi é um software de planejamento estratégico que centraliza em um só lugar todas as informações sobre a empresa, automatizando o acompanhamento das ações planejadas de forma prática e objetiva. 

→ Conheça esses e outros benefícios do Scopi para sua indústria 

4. Inteligência Artificial

Quando falamos em inteligência artificial, com certeza você é transportado para os filmes de ficção científica. Essa é uma das tendências para indústrias que mais desperta a curiosidade das pessoas, mas por mais ficcional que pareça, ela já pode fazer parte da rotina da sua empresa. 

Em resumo, o conceito de inteligência artificial se refere a capacidade das máquinas de pensarem como nós, humanos. Elas podem desenvolver diversas aptidões como raciocinar, perceber, aprender com as informações, resolver problemas e tomar decisões a respeito do que aprendem. 

Só pra exemplificar, a automação robótica utilizada nas indústrias é uma forma de utilizar a inteligência artificial dentro das empresas do setor. Além disso, ela pode ser utilizada para analisar dados, atender consumidores no ambiente digital, proporcionar uma melhor experiência do usuários, entre outras possibilidades. 

5. Cultura Data Driven

Se tem uma coisa que todas as tendências para indústrias que citamos neste artigo têm em comum são os dados! Sem dúvida, a coleta de informações possibilita que todas essas tecnologias sejam colocadas em prática, trazendo diversos benefícios para as indústrias. 

Mas como tornar essa coleta parte da organização? A resposta está na cultura data driven! Esta metodologia orientada a dados, utiliza todas as informações de operação, clientes, fornecedores e mercado para extrair insights relevantes que irão influenciar em todas as ações da empresa. 

Para que essa cultura orientada aos dados seja uma realidade nas indústrias, a automatização dos processos é fundamental para capturar esses dados e futuramente usar métodos como machine learning, por exemplo, para identificar esses insights e padrões de comportamento. 

Bônus: Impressão 3D

Por fim, mas não menos importante, outra inovação que está revolucionando a produção industrial são as impressoras 3D. De forma prática, as impressoras podem auxiliar tanto na prototipação de produtos como até mesmo na produção, incorporando peças impressas na produção. 

Impressora 3D

Como resultado, os benefícios do uso das impressoras 3D incluem economia de tempo e dinheiro, maior capacidade de inovação, aceleração na criação de novos produtos, personalização e muito mais. 

Sem dúvida você conseguiu perceber que todas as tendências para indústrias que listamos aqui oferecem muitos benefícios. Na próxima vez que você estiver construindo seu plano de ações, se pergunte: como posso utilizar essas tendências para inovar no meu mercado de atuação? Temos certeza que os resultados serão incríveis!